Logo após o nascimento, o médico examina o bebé da cabeça aos pés. Observa, "testa" e examina. Os primeiros exames do bebé servem para assegurar que está bem, não há sinais de infeção ou outros eventuais problemas. Assim, nas primeiras 24 horas, o bebé é pesado e medido, bem como submetido a alguns exames para assegurar que está em perfeitas condições de saúde.

Os primeiros exames do bebé são:

  • Teste de APGAR: é  o primeiro exame logo após o nascimento. Nos primeiros minutos de vida do bebé, o médico avalia as condições de adaptação do bebé à vida extrauterina e as suas condições de vitalidade.
  • Coração e pulmões: são auscultados, sendo natural que o ritmo cardíaco esteja um pouco acelerado nos primeiros tempos. Este exame permite diagnosticar possíveis defeitos na válvula do coração.
  • Abdómen: é palpado com cuidado para verificar se existem sinais/sintomas sugestivos de uma anomalia dos órgãos, como por exemplo do aparelho digestivo e urinário. O médico examina ainda os genitais externos, de forma a verificar se possuem características normais.
  • Teste do quadril: o médico realiza manobras específicas, como dobrar as pernas do bebé e rodar as ancas para os lados, para detetar alguma eventual luxação ou malformação, que muitas vezes pode ser solucionada com um simples tratamento ortopédico.
  • Coluna vertebral: é examinada para determinar se as vértebras estão bem localizadas e fechadas.

Mal nasce, o bebé é submetido ao teste de APGAR, que procura avaliar o grau de adaptação do bebé à vida extrauterina.

O que é o teste de APGAR?

Mal nasce, o bebé é submetido ao teste (ou índice) de APGAR. Este exame procura avaliar o grau de adaptação do bebé à vida extrauterina. Assim, o teste consiste na avaliação de cinco sinais vitais do recém-nascido no primeiro e no quinto minuto de vida, usando uma escala de 0 a 10. Este exame tem em consideração: a frequência cardíaca, a respiração, o tónus muscular, a irritabilidade reflexa e cor da pele. Quanto maior a pontuação do exame, melhor será a vitalidade do recém-nascido. O teste de APGAR é um método simples que permite determinar se o bebé precisa de ajuda para respirar ou se está com algum problema de coração.

O teste de diagnóstico precoce é um exame que todos os recém-nascidos devem realizar entre o 3º e 6º dia de vida. (2)

O teste do Pézinho

O teste de diagnóstico precoce, vulgarmente chamado teste do pézinho, é um exame que todos os recém-nascidos devem realizar entre o 3º e 6º dia de vida, no centro de saúde, hospital ou no domicilio por um enfermeiro.

O teste do pezinho é realizado através de uma amostra de sangue obtida de uma picada no calcanhar do bebé, que rastreia doenças hereditárias e metabólicas. Após a realização do teste, os resultados podem ser consultados na internet (Diagnóstico Precoce), um mês após a colheita, usando um código que é fornecido no dia do exame.

Deste modo, além de permitir saber antecipadamente se o bebé sofre de alguma doença metabólica, este exame contribui para um controlo precoce e introdução de medicação, evitando possíveis complicações.

O teste do pezinho é realizado através de uma amostra de sangue obtida de uma picada no calcanhar do bebé, que rastreia doenças hereditárias e metabólicas.

 

Atenção! Em caso de dúvida, consulte o pediatra, sendo todo o conteúdo do BABYSTEPS meramente informativo.

bebé,saúde,nascimento do bebé,recém-nascido,nascimento,respiração,hospital,exame,teste do pézinho,teste,vitalidade,teste de apgar,coração,pulmões,vida extrauterina,doenças hereditárias,doenças metabólicas,os primeiros exames do bebé,sinais de infeção,perfeitas condições de saúde,APGAR,coração e pulmões,ritmo cardíaco,anomalia dos órgãos,Teste do quadril,dobrar as pernas do bebé,adaptação do bebé à vida extrauterina,avaliação dos sinais vitais,teste de diagnóstico precoce,picada no calcanhar do bebé,doenças hereditárias e metabólicas,Diagnóstico Precoce,