Os bebés e as crianças pequenas não sabem avaliar o risco e o perigo. Assim, os pais e todos os outros adultos (avós, tios,...) são os responsáveis pela sua proteção, segurança e por prevenir possíveis acidentes. A casa é o local onde acontecem mais acidentes, especialmente com crianças até aos 5 anos. Sabia, por exemplo, que as quedas são a principal causa de acidentes domésticos? Seguem-se os cortes, as queimaduras e as intoxicações.

Além disso, até aos 5 anos de idade, todos os dias há novas aprendizagens, curiosidades e experiências. Por isso, é fundamental criar um ambiente seguro, em que bebés e crianças possam crescer saudáveis, explorando o mundo que as rodeia. Se tem filhos(as), analise e organize toda a casa para evitar possíveis acidentes. Nesse sentido, o BabySteps contribui com um conjunto de recomendações para tornar a casa mais segura.

As quedas são a principal causa de acidentes domésticos

Cuidados essenciais

  • Estabeleça regras de forma a orientar a criança na exploração do meio.
  • Não se limite a proibir isto ou aquilo e explique à criança os perigos que existem e as suas consequências.
  • Dê o exemplo: as crianças imitam os adultos.
  • Não coloque cordões à volta do pescoço do bebé para segurar a chupeta.
  • Procure ajuda médica de imediato, se o seu filho(a) engolir uma substância não alimentar.
  • Ensine as crianças a ligar para o 112 e a dar o alerta.
  • Tenha sempre à mão os números de telefone do pediatra, hospital, centro de envenenamentos e bombeiros.

A melhor forma para evitar acidentes é a prevenção. Inspeccione a sua casa regularmente para avaliar possíveis riscos e perigos e faça uma lista de números de emergência (grave-os no telemóvel e coloque-os junto do telefone).

Cuidados no quarto

  • Desde o nascimento, use uma cama de grades estável que cumpra todas as regras de segurança para o bebé. O colchão deve ser adaptado ao tamanho da cama, as grades devem ter no mínimo 60 cm de altura e a distância das barras deve ser inferior a 6 cm, para assim evitar quedas. Evite alcofas e berços.
  • Assim que a criança começar a tentar sair sozinha da cama de grades, opte por uma cama baixa com proteção lateral e ensine-a a descer.
  • Nunca deixe uma criança pequena sozinha em cima de uma cama, sofá bancada ou móvel.
  • Os beliches só são recomendados a partir dos 6 anos.
  • Arranje compartimentos próprios para arrumar todos os brinquedos e evite que estes estejam espalhados. Esses compartimentos devem ser seguros, sem tampas que possam cair e portas que se possam fechar por dentro.
  • Não coloque candeeiros de mesa nos quartos, principalmente à vista das crianças. Opte com por ter candeeiros no teto.
  • Mantenha as janelas bem fechadas e com fechos de proteção para que os mais pequenos não consigam abri-las.
  • Coloque produtos de higiene e medicamentos fora do alcance das crianças, de preferência em armários ou gavetas trancadas.

Cuidados na sala            

  • Móveis, prateleiras e estantes devem estar estáveis ou fixas à parede para que não exista o risco de tombarem. Opte por mesas redondas e não retangulares, e evite mesas de vidro.
  • Evite ter objetos de vidro ou pesados ao alcance das crianças e não deixe os fios de candeeiros ou aparelhos eletrónicos à vista.
  • Coloque protetores em frente das lareiras e aquecedores.
  • Opte por tapetes pesados e com boa aderência ao chão.
  • Se tem uma criança pequena a começar a andar, coloque dispositivos nas portas para que ela não entale os dedos.
  • Proteja todas as tomadas elétricas - não só da sala - com protetores para evitar choques elétricos. Se possível, todas as tomadas devem ter ligação terra.
  • Nunca deixe bebidas alcoólicas ao alcance das crianças.

Proteja todas as tomadas elétricas com protetores para evitar choques elétricos.

Cuidados na cozinha

  • Mantenha as crianças longe da cozinha, sobretudo do fogão e do forno, durante a preparação das refeições.
  • Não cozinhe ou transporte líquidos quentes com o seu filho ao colo.
  • Não deixe tachos ao lume sem um adulto na cozinha.
  • Sempre que aquecer a comida no microondas, prove-a para saber se não existe risco de queimar a criança.
  • Guarde todos os utensílios perigosos, como facas, garfos e copos, em locais pouco acessíveis.
  • Se tem crianças mais velhas, ensine-as a usar alguns eletrodomésticos (como o microondas) com segurança e explique todos os riscos da sua utilização.
  • Tenha um extintor e uma manta abafa fogos na cozinha.
  • Mantenha fora do alcance das crianças sacos de plástico, isqueiros, fósforos, detergentes e produtos tóxicos ou inflamáveis. Opte por guardá-los num local seguro, mantendo as embalagens originais dos produtos.
  • Não deixe o ferro de engomar ou a tábua de passar ao alcance dos mais pequenos.

Cuidados na casa de banho

  • Antes de dar banhos aos seus pequeninos, verifique sempre a temperatura da água.
  • Nunca deixe uma criança sozinha na banheira, nem mesmo por alguns instantes. O afogamento é rápido e silencioso.
  • Coloque um tapete ou uma faixa antiderrapante na banheira.
  • Nunca instale o esquentador na casa de banho.
  • Não utilize aparelhos elétricos dentro da casa de banho.
  • Mantenha fora do alcance das crianças medicamentos, perfumes, produtos de higiene e de cosmética e ambientadores.

Escadas

  • Todas as escadas devem ter corrimão e o seu peso não deve ser escorregadio.
  • Opte também por ter uma boa iluminação nas escadas.
  • Coloque barreiras/portões de segurança fixos no primeiro e último degrau.

Brinquedos e outros objetos

  • Brincar em segurança é sinónimo de uma escolha correta do brinquedo, que deve ser sempre adaptado à idade da criança.
  • Explore sempre os brinquedos novos de forma a certificar-se que não existem riscos/perigos para os mais pequenos.
  • Até aos 3 anos, os brinquedos não devem ter peças pequenas e facilmente destacáveis.
  • Qualquer objeto interessante pode transformar-se num brinquedo para os mais novos. Botões, tampas, moedas, pregos, entre muitos outros, são objetos que se forem engolidos podem levar a criança a sufocar.

Nunca deixe uma criança sozinha junto a uma piscina, mantenha-se sempre atenta mesmo que ela já saiba nadar e coloque-lhe sempre braçadeiras.

Segurança no exterior da casa

  • Caso possua brinquedos de jardim, coloque-os longe de muros e vedações. Nunca deixe a criança a brincar sozinha.
  • Sempre que a criança ande de bicicleta, patins ou skate deve utilizar capacete.
  • Guarde todos os utensílios de jardim em locais longe da vista das crianças.
  • Mantenha fora do alcance dos mais pequenos objetos de churrasco e grelhadores.
  • Esvazie todos os recipientes que contenham água após a sua utilização, principalmente piscinas insufláveis e baldes.
  • Proteja piscinas ou poços com uma barreira ou uma vedação, que não possa ser escalada para assim impedir o acesso às crianças.
  • Nunca deixe uma criança sozinha junto a uma piscina, mantenha-se sempre atenta mesmo que ela já saiba nadar e coloque-lhe sempre braçadeiras.
  • Evite usar brinquedos de piscina como colchões e bóias.
  • Se tem filhos mais velhos, ensine-os que certas brincadeiras dentro de água podem-se tornar muito perigosas.
  • Qualquer área que possa ser um perigo para a criança, deverá estar fechada e vedada com segurança.
  • Na garagem, atenção a manobras de estacionamento, pois muitas vezes a criança não é visível pelo condutor.

Emergências

Em caso de emergência, deverá chamar a linha de apoio 112.

Em caso de intoxicação, contacte o Centro de Informação Antivenenos (CIAV)808 250 143.

Em caso de afogamento, ligue 112 e se necessário inicie reanimação cardio-respiratória. Se não sabe como fazer, aprenda. Na maioria dos casos, os primeiros 10 minutos são vitais.

Outros contactos úteis:

bebé,produtos de higiene,segurança,riscos,quarto,cuidados,criança,pais,casa,perigo,emergência,queda,envenenamento,afogamento,prevenção,sala,casa de banho,cozinha,exterior,brinquedos,medicamentos,objetos,detergentes,banheira,escadas,piscina,garagem,jardim,cama,recomendações,perigos,cuidados com as crianças,segurança em casa,prevenir possíveis acidentes,casa mais segura,acidentes domésticos,os cortes,as queimaduras,as intoxicações,criar um ambiente seguro,explique à criança os perigos,evitar acidentes,cuidados no quarto,cuidados na sala,tomadas elétricas,cuidados na cozinha,fogão,cuidados na casa de banho,segurança no exterior da casa,emergências,